Duelo de Titãs: MAC Studio Fix versus Shiseido Pureness

DSC03368

Hello people! Hoje vim falar de dois produtinhos muito amados, são o Studio Fix Powder Plus Foundation da MAC e o Shiseido Pureness Matifying Compact. Os dois são bases em pó, ou seja, são super práticos pra usar na pressa do dia a dia. Eu morro de preguiça de me maquiar de dia, então, nada melhor que passar um pó super rápido no rosto e ganhar dignidade pra sair por aí sem assustar ninguém.

Em comum, ambos são maravilhosos pra quem tem pele oleosa e dão uma cobertura legal ao rosto deixando ele sequinho e matificado. Em mim eles duram umas 6 horas até aparecer os primeiros sinais de oleosidade. Em dias mais quentes esse efeito matte pode ser reduzido, mas é só retocar. Antigamente eu achava que o pó da Shiseido segurava mais a oleosidade, mas hoje em dia eu não consigo diferenciar os dois nesse quesito…

Os dois cobrem bem as manchinhas, tanto que nunca uso corretivo (meu rosto não tem muita mancha), mas pra quem tem muita olheira ou marquinhas na pele, esses pós não vão cobrir tudo. Então, os dois tem um acabamento de base leve, deixando um aspecto de pó na pele.

Eu gosto e usar tanto o Studio Fix quando o Shiseido Pureness com um pincel fofo de pó, porque por mais que o intuito seja dar cobertura acredito que quando se usa a esponja a pele fica super rebocada, principalmente quando se trata do pó da MAC, acho ele extremamente seco, e a pele fica com cara sim de maquiada.

Não recomendo usar esses pós depois que aplicar uma base normal na pele, vai ficar muito carregado e a pele vai acabar craquelando! Afinal, os dois já são base, mas em pó! Antigamente eu usava ele por cima da minha base porque não tinha outro pó, ficava muito pesado e marcava as linhas finas do rosto…

Comprei o Studio Fix com uma conhecida que foi aos EUA, então custou bem mais barato que o Shiseido Pureness, que foi comprado na Bella França do Shopping Manaíra e somando a isso ainda existe o fato de que o refil é vendido separadamente do estojinho. Já que tinha que pagar, preferi comprar o estojo do Sun Protection Compact Foundation porque tinha um compartimento separado para a esponjinha. Não me recordo o preço de nenhum dos dois…Sorry =(

DSC03376

Tirei a foto acima sem flash pra tentar mostrar as cores em sua realidade. Meu Studio Fix é na cor NC30 e o Shiseido Pureness na cor 40 Natural Beige.

Eu testei o pó da Shiseido na loja antes de comprar e preciso dizer que luz de shopping é totalmente enganadora, pois a vendedora passou o pó na metade do meu rosto e, me olhando no espelho, não notei qualquer diferença. Mas quando cheguei em casa percebi que ele era sim mais escuro. Não fui trocar porque fiquei achando que eu tinha que aceitar minha morenice, e o pior, esse é o meu segundo refil da Shiseido Pureness e eu comprei da mesma cor (comprei com uma amiga que viajou). Não sei porque fiz essa besteira de novo, já que ele é visivelmente mais escuro que minha pele, acho que foi medo de comprar uma cor que fosse clara demais. Mas mesmo assim eu uso numa boa, porque as vezes meu braço fica bronzeado e meu rosto não, aí dá aquela igualada e fica legal.

Concluindo: Os dois pós são muito bons, controlam a oleosidade, tem boa cobertura, duram na pele, então, a escolha de um dos dois é questão de gosto. Porém o pó da Shiseido tem alguns pontos negativos que devem ser ressaltados: ele é bem mais caro, o refil é comprado separadamente do estojo, a gama de cores é menor, além de ser complicado escolher sua cor pela internet. Por esses motivos, o Studio Fix Powder ganha a batalha! kkkkkkkkk

E vocês? Tem algum pó maravis que segura bem a oleosidade e ainda tem cobertura?? Compartilhem!

=*

Anúncios

Use filtro solar – protetores solares que estou usando

DSC03362

Oi pessoas!!! Hoje vim falar dos protetores solares que estou usando no momento!

Sim, eu sou uma pessoa extra psicótica com a minha pele. Isso é fruto de um passado deprimente (foi a partir daí que todas as minhas inseguranças com a aparência tiveram início), quando visitei um certo dermatologista que me indicou um ácido potente para o meu rosto e não me avisou que deveria usar protetor solar. Para algumas pessoas pode parecer burrice que eu não tenha usado o filtro solar, porém, era minha primeira consulta com um dermatologista, estava na adolescência, quando as espinhas começavam a incomodar. Aliado a isso, a cultura de proteger a pele contra os raios solares era emergente, a musiquinha de Pedro Bial nem tinha sido lançada…protetor solar era só pra praia, mas o pessoal queria mesmo era se queimar. Então, com o passar do tempo usando o ácido e andando no sol, surgiu uma mancha preta gigante na minha testa e a partir daí, com a ajuda de uma nova dermatologista, comecei a ter um ritual de cuidados com a minha pele que incluía em um posto de destaque o uso do protetor solar.

Mas não foi tão fácil escolher um filtro solar…

Testei inúmeros protetores para pele oleosa que se diziam oil free, mas que eram óleo puro, alguns em gel, que me deixavam com cara de suada, entre tantos outros que só faziam propaganda enganosa. Foram anos de procura, testes e frustrações…queria apenas algo que deixasse minha pele sequinha e protegida, isso era querer demais? Acho que não, pois estava pagando caro por produtos que deixavam minha pele oleosa piorando minha acne.

Mas o mercado brasileiro é deprimente, e só recentemente protetores solares dignos foram lançados, como o Roc Minesol Oil Control. Este foi o primeiro que usei e acreditei que a vida poderia ter sentido daqui pra frente.

Então conheci o Filtrum Ultra Seco da Libbs. Ele é barato, custa R$ 40,00 e cumpre o que promete. Sua textura é um gel cremoso, eu espalho mais rápido na pele antes que ele seque. Ele simplesmente deixa minha pele sequinha por horas e horas. A sensação depois que você passa é que não tem nada na sua pele. Se você colocar muito produto pode deixar a pele esbranquiçada, mas é só espalhar. Ele resiste bem a ambientes quentes e faz a maquiagem durar mais justamente por seu efeito matificante. Além disso ele hidrata a pele deixando ela sem nenhum brilho. Enfim, até os dias atuais ele é meu protetor preferido!

Quando o meu Filtrum acabou e não o encontrei mais em farmácia alguma, decidi testar o Anthelios Unifiant da La Roche-Posay. Li resenhas bem favoráveis, porém, ele não se adequou a minha pele. Ele é um protetor em mousse com cor, mas que ao ser espalhado se uniformiza com o tom da pele. Não tem uma grande cobertura, então se a pele tiver muitas manchinhas ele não vai ser suficiente. Ele tem função anti-brilho, que em mim não foi verificada…pois deixou meu rosto com aspecto oleoso sim. Fiquei decepcionada, pois foi caro, e a sensação de ter um protetor na pele é muito chata, você passa mão e ele transfere, mancha roupas, deixa o rosto oleoso rápido. Não gostei mesmo. Então, mesmo sem ter acabado esse protetor, comprei novamente o Filtrum assim que ele voltou ao estoque.

Por enquanto estou satisfeita, mas quero testar protetores asiáticos e um da Dermage.

Para o corpo estou usando diariamente o Sun Fresh da Neutrogena. Até agora é o melhor que já usei porque é o menos grudento, e tem um cheirinho de hidratante. Estava bem enjoada do Sundown e do da Nívea, ambos bem melequentos e com cheiro forte. O intuito dele é deixar a pele com o aspecto de que não passou nada, mais ainda dá pra sentir sim que passou protetor, mas é muito mais confortável. Adorei!

E aí? Qual o protetor preferido de vocês??

bjus